© 2016 - União Ken In Kan de Karate Goju-Ryu

CNPJ: 08.742.010/0001-04

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social

O nome KEN IN KAN foi dado pelo Grão Mestre, Seiichi Yoshitaka Akamine, uma das maiores autoridades do Karate. A tradução de cada uma das palavras que forma o nome da entidade e descreve exatamente os conceitos básicos desta instituição que já passa dos 100 anos. de “KEN” significa saúde, “IN” força interior e “KAN” local de treinamento.

A KEN IN KAN nasceu com o intuito de difundir a prática do Karate Goju Ryu, proporcionando, certames de caráter cultural e esportivo.

Desta forma, avançou nos conceitos da capacitação de professores através da diretoria técnica da Ken In Kan, na qual, segue os rígidos padrões da Federação Japonesa, realizando treinamentos, cursos e oferecendo suportes para instrutores e praticantes que seguir a linha do Karate Goju Ryu.

Atualmente a União Ken In Kan está espalhada por 9 estados brasileiros, além de São Paulo, também existem academias no Paraná, Distrito Federal, Tocantins, Ceará, Mato Grosso do Sul, Bahia, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. E, inclusive criou raízes fora do Brasil, coma a abertura da academia em Santiago, no Chile.

Todos os representantes partilham do mesmo propósito, difundir a prática Goju Ryu como prioridade e fazer a integração social, educativa e esportiva. Além de preparar atletas para competições estaduais, nacionais e internacionais.

Na cidade de São Paulo, A União Ken In Kan também desenvolve um trabalho junto ao “Instituto Olga Kos”, em que nossos instrutores ministram aulas nos projetos semanalmente e atendem em média 500 participantes, em sua quase totalidade crianças, adolescentes e adultos com portadores de necessidades especiais.

Para o desenvolvimento desse trabalho com a maior excelência possível, a União Ken In Kan de Karate promove cursos semanais para orientação e atualização dos instrutores responsáveis pelas aulas, tudo baseado nos conceitos de instrução pedagógica e didática.

O Karate-Do é uma arte marcial de origem japonesa que significa caminho da mão vazia (空 – Kara: vazio; 手- Te: mão; 道 – Do: caminho). Nos treinos, o atleta aprende uma nova filosofia de vida, que por meio do treinamento, tornam-se bons cidadãos, através do respeito, cortesia, paciência, responsabilidade e principalmente a humildade.

O Karate-do tem os princípios educativos e da arte marcial. Na parte educativa tem como principal função oferecer a educação complementar que consolide o caráter e a conduta moral do atleta. E como arte marcial trabalha no praticante a luta contra a existência de limite físico ou mental.

Nenhum praticante poderá esquecer o real significado desta filosofia e deverá seguir o caminho dos verdadeiros ensinamentos do Karate-Do.

A história da escola Goju se inicia com seu fundador, Chojun Miyagi, nascido em 1887, na cidade de Naha, em Okinawa. Nesses dias haviam duas escolas de Karate em Okinawa: o “Naha-te” de Higaonna Kanryo  e o “Shuri-te” de Matsumura Soshu. O Sr. Miyagi aprendeu Naha-te com o Sr. Higaonna que estudou também o Kempo Chinês de Darma quando estava na província de Fukien na China, unindo alguns aspectos do Te de Okinawa com o Kempo Chinês formou a escola Shorei, tendo sido muito respeitada.

Quando o Sr. Miyagi tinha 14 anos começou a aprender Naha-te com o Sr. Higaonna, sendo reconhecido pelo mestre como possuidor de muitas qualidades. Aos 16 anos foi enviado à província de Fukien para aprender Kempo durante dois anos. Durante sua estadia desenvolveu um método muito eficiente de usar a respiração e treinamento espiritual, baseado na filosofia Zen.

Depois de regressar para Okinawa, estudou intensamente e comparou o Naha-te com o Kempo. Foi então que criou a forma Sanchin e Tensho. Em seguida organizou as escolas de Karate Goju, reunindo os pontos característicos do Naha-te com os métodos específicos  do Kempo, adicionando suas próprias ideias.

O Sr. Miyagi obteve então autorização para ensinar na prefeitura de Okinawa, na Escola Normal e no Instituto de Treinamento de Bem-estar. Em 1929 foi convidado para viajar pelas principais ilhas do Japão para ensinar Karate na Universidade Imperial de Kyoto, Universidade de Kansai e outros estabelecimentos educacionais. Nesta época recebeu também um convite da Universidade de Ritsumeikan e da Yokun Shimpu Press para ensinar a arte do Karate durante um ano no Hawai, contribuindo desta forma para propagar o Karate no enterior. Durante a 2ª Guerra Mundial o Sr. Miyagi ajudou os habitantes de Okinawa como preparador físico oficial. Morreu em outubro de 1953 com a idade de 75 anos.